CULTIVO INDOOR: 3 DICAS PARA INICIANTES

O cultivo indoor é uma alternativa viável e que pode ser adotado por qualquer pessoa, mesmo aquelas que ainda não dominam todos os conhecimentos necessários para gerar plantas de qualidade e potentes. Para quem tem o desejo de iniciar seu próprio cultivo e não sabe quais são os primeiros passos que precisa dar, apresentamos neste post três dicas principais que ajudam neste processo.

PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO

“Vou começar um cultivo indoor”. Tomar esta decisão não é tão simples. Não basta querer, é preciso avaliar uma série de fatores. O que é fundamental para a tomada de decisão de iniciar o cultivo indoor é apostar em planejamento e organização. Não dá para iniciar sem ter analisado questões como o espaço onde será instalada a estufa. A partir disso também, deve-se avaliar qual será o tamanho do cultivo com o número de vasos que irá usar (o que depende ainda do tamanho da estufa que será comprada). Leve em consideração o espaço e também sua disposição para as tarefas de manutenção. Quanto mais vasos, maior o tempo de dedicação.

Outro ponto importante para avaliar antes de iniciar o cultivo indoor é a segurança. É preciso certificar-se que todas as medidas serão tomadas a fim de que sejam evitados problemas com a própria instalação do grow. Verifique as instalações elétricas e o isolamento luminoso. Não deixe de assegurar também que o local escolhido para o cultivo seja seguro contra intrusos. Tome todas as precauções em relação a isso para que o cultivo transcorra sem dificuldades e o foco fique apenas no acompanhamento das plantas, para que cresçam saudáveis e possam render uma colheita de qualidade.

ILUMINAÇÃO

A iluminação é um dos principais itens no cultivo indoor, junto com a escolha de fertilizantes e a rotina de manutenção. Como já destacamos no blog, a luz é um fator importante para o desenvolvimento das plantas porque é a fonte de energia que transforma nutrientes em alimento e isso se reflete no crescimento, no tamanho das folhas e na produção de flores e sementes. A escolha errada da iluminação pode, portanto, prejudicar a planta e interromper seu desenvolvimento.

Por isso, antes de iniciar o cultivo, procure informações para saber qual a iluminação mais adequada para o seu grow/cultivo, evitando gambiarras que possam colocar em risco toda a instalação elétrica. Quem vai começar o cultivo indoor geralmente opta por um desses tipos de iluminação: LEDs, lâmpadas de vapor de alta pressão ou lâmpadas fluorescentes. Cada uma tem suas vantagens e desvantagens e não por acaso levantam dúvidas entre os cultivadores.

LEDs – Eficientes e econômicos, os painéis de LED rendem ótimas colheitas com baixo custo e esforço de instalação/manutenção.  Ainda que o resultado final possa depender também de outros fatores, como o fertilizante utilizado, de uma forma geral os paineis mais modernos atendem perfeitamente as necessidades para uma colheita farta. Isso ocorre muito por conta da eficiência com que é feita a conversão da energia elétrica em luz e porque não geram calor – o que faz toda a diferença no desenvolvimento da planta e economiza na instalação de equipamentos de climatização. Recomendados desde cultivos de pequeno até grande porte, os painéis tem um preço mais alto, mas que é compensado pela alta durabilidade e também pela economia na conta de energia elétrica. Para instalação é só plugar na tomada.

Lâmpadas de vapor de alta pressão – Entre as vantagens das lâmpadas de vapor de alta pressão está a possibilidade de manutenção de várias plantas em um cultivo indoor. Assim como os LEDs, se bem instaladas, costumam gerar colheitas grandes e consistentes com produto final de alta qualidade. As lâmpadas deste tipo  são indicadas para quem quer levar o cultivo indoor a sério e não fazer apenas uma “experiência”, assim como também não é indicado para estufas de pequeno porte. Isso porque exige a instalação de equipamentos de exaustão, pois geram bastante calor.  Sem esse cuidado as plantas certamente queimarão. Dependem de reatores para funcionar e sempre recomenda-se a instalação por um profissional habilitado. Além disso, as lâmpadas de vapor de alta pressão geram um aumento significativo na conta de energia.

Lâmpadas fluorescentes –  Se quer um cultivo simples, entre uma a quatro plantas, com rendimento médio, barato e fácil de configurar e manter, então as lâmpadas fluorescentes são as mais recomendadas. São compatíveis com qualquer espaço, geram pouco calor e impactam pouco no consumo de energia. Para iniciantes, ótima opção. Mas é importante destacar que é muito difícil cultivar plantas grandes com o uso de lâmpadas fluorescentes.  

TEMPO E DEDICAÇÃO

A decisão de iniciar um cultivo indoor não termina quando está tudo pronto, sementes nos vasos e iluminação funcionando. As plantas não crescem sozinhas e exigem do cultivador uma rotina definida para manutenção. É necessário dedicar um tempo na rotina semanal para cuidado do cultivo.

A dica é aprofundar a leitura sobre técnicas para cultivo indoor e a partir disso, preparar a rotina. Comece organizando um calendário em que irá anotar o tempo para o desenvolvimento das plantas. E já é possível também prever a época de floração e de colheita, quando o cultivador deve ficar mais atento, seja para não perder o ponto ideal de corte das flores, seja para não incomodar vizinhos e visitantes com os aromas das plantas comuns nessa época.

Um dos cuidados principais na manutenção de um cultivo indoor é com a água. Já contamos no blog que não é recomendado colocar água a toda hora, a todo instante. A rega precisa ser na dose certa para que a umidade em excesso do solo não atrapalhe no desenvolvimento na zona de raízes da planta, assim como ocorre quando a terra está seca. Use o truque do palito de picolé. Coloque o palito até o fundo do vaso e avalie a umidade do mesmo. Se estiver úmido na ponta, aguarde para nova rega.


Agradeço se deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.